CodigoCodigo 2


	

MUDANÇA DE HÁBITO

Tempo de leitura: 3 min

Escrito por Edvaldo Ventura Delmondes
em 4 de novembro de 2021

 

Mudanças de hábito são quebras de paradigma, de modelos mentais, uma sacudida na rotina em busca de resultados diferentes daquilo que a vida nos vem apresentando. Acontece que mudar um hábito, ou alguns, não precisa se dar por meio da radicalização nem envolver todos os aspectos da existência.

Mudar hábitos que não geram resultados pessoais e profissionais, requer um começo baseado em compromisso e este por sua vez pode servir como combustível para sustentabilidade no processo de uma mudança de hábito, pois como foi dito pelos antigos a mudança não pode e nem deve ser momentânea, tem que ser definitiva e vigorosa.

Mais e aí já se perguntou em algum momento qual HÁBITO, tem limitado o seu desenvolvimento pessoal e profissional? De fato não temos o costume de nos fazer esta indagação, por muitos motivos, um de modo especial é a nossa zona de conforto, isso mesmo nossa zona de conforto, quando tudo parece bem quando estamos no piloto automático não nos preocupamos com detalhes, tipo o que devemos melhorar como seres humanos ou como ser um profissional diferenciado apenas vivemos da forma que da para viver, mais repito sem nos preocuparmos com os detalhar relacionados ao nosso desenvolvimento pessoal que esta diretamente ligado aos nossos hábitos sejam eles bons ou ruins.

Convém ter em mente que certos hábitos podem descontruir possibilidades, sonhos, projetos, relacionamentos, metas etc.

Mais em uma pergunta simples você sabe o que HÁBITO? Segundo o winkpedia.com hábito: substantivo masculino

  1. 1.

maneira usual de ser, fazer, sentir; costume, regra, modo.

“h. burgueses”

  1. 2.

maneira permanente ou frequente de comportar-se; mania.

“abandonar velhos h.”

Observemos a importância da definição de hábito, podemos observar que de uma certa forma temos total liberdade para sermos ou fazermos o que nos der na telha não é verdade? Mais calma lá e se o meu hábito for um péssimo hábito ao ponto de prejudicar alguém próximo de minha família ou amigos, será que vale apena manter tal hábito? Pois é, está é uma indagação quase que rotineira por parte de quem está tentando mudar um hábito que está atrapalhando o convívio social, pessoal e familiar.

Podemos observar o hábito de fumar que por sua vez também é um vício, além do indevido promover danos irreparáveis a saúde em boa parte das vezes incomoda e muito se fuma perto de outras pessoas que não tem o mesmo hábito. Existem milhões de fumantes tentando parar de fumar eu mesmo fumei por 20 anos, mais em 2018 por questões de saúde e com vontade de viver mais alguns dias resolvi parar, confesso que não foi nada fácil, mais cá estou eu, após minha decisão já se passaram três anos e claro me sinto muito feliz por ter tomado esta decisão de tirar o hábito do cigarro da minha vida.

Mais o por que de falar sobre tudo isso, é complicado falar de algo que não se pratica por isso ao abordar a questão de HABITOS, prefiro me colocar em perspectiva pois não sou perfeito, e é olhando para minhas limitações que procuro sempre traçar uma rota para avaliar meus hábitos ruins e com esforço e dedicação adquirir novos hábitos que possam construir resultados concretos para minha vida pessoal e profissional. É fácil? Não! Mais certeza que é possível com prática e vontade.

Quero aqui sugerir uma dica para ajudar nesta empreitada do desprendimento de um péssimo hábito por um hábito construtor, toda vez que você estiver ou dormindo demais ou bebendo demais ou fumando demais e procrastinado demais faça a seguinte pergunta para si, O QUE EU VOU PERDER SE HOJE SÓ POR HOJE EU NÃO, beber ou fumar ou dormir demais e quando falo dormir demais é dormir o dia todo. Se conseguir vencer um dia garanto que os próximos serão menos desafiadores abrindo assim espaço para o começo de mudanças significativas em sua vida e na vida de que você quer bem.

Tenho muito a compartilhar, a respeito deste tema porem quero deixar para os próximos posts e quem sabe trazer aqui neste humilde blog experiências de pessoas que conseguiram abandonar hábitos que estavam de alguma forma bloqueando suas vidas. Um forte abraço a você que teve a paciência de ler este pequeno post, foi feito com carinho.

Tudo de bom e até o próximo post.

 

Edvaldo Delmondes

 

 

 

 

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

%d blogueiros gostam disto: